Avaliação do imóvel

Avaliação do imóvel

A avaliação do imóvel é determinante no valor do investimento a ser financiado
Após a análise documental, procede-se á avaliação do imóvel com vista a comprovar o valor efetivo do empréstimo bancário para a compra do mesmo.
O máximo de financiamento bancário é de 90% do valor do imóvel, sendo necessário que tenha no mínimo 10% de capitais próprios do valor da aquisição, para dar como entrada.
Se a avaliação do imóvel for inferior ao valor de compra do imóvel o financiamento será correspondente a 90% dessa avaliação. Se o valor da avaliação for superior ao da compra do mesmo, o financiamento será de 90% sobre o valor da compra.
A avaliação do imóvel é um custo assumido pelo cliente.

Documentos necessários para a avaliação do imóvel:
  • Caderneta Predial
  • Fotocópia da Caderneta Predial actualizada ou ainda certidão de teor da inscrição
  • Entidade que emite: Repartição de Finanças da área onde se localiza o imóvel/ portal das finanças online
  • Licença de Utilização
  • Alvará de Licença de Utilização, também designada por Licença de Habitabilidade.
  • Alvará de Licença de Construção no caso do imóvel estar ainda em processo de construção
  • Entidade emissora: Câmara Municipal
  • Plantas
  • Planta do imóvel – incluindo, se for o caso, arrecadações, garagens ou anexos
  • Planta de localização
  • Entidade que emite: Empresa construtora; Câmara Municipal
  • Certificado Energético
  • Certificado energético do imóvel
  • Entidade que emite: Perito Qualificado pela sua ordem para Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior dos Edifícios
  • Ficha Técnica da Habitação (FTH)
  • Obrigatório para imóveis posteriores a março de 2004
  • Entidade que emite: É obrigação do Promotor Imobiliário a elaboração da Ficha Técnica da Habitação